sexta-feira, 29 de julho de 2016

Luto no Movimento de Academias de Letras e Artes no Brasil, morre Carlos Alberto Sousa, Presidente da ARTPOP


O Movimento de Academias de Artes e Letras no Brasil em LUTO!


O Brasil perde um grande Pensador, Escritor e Ativista das Artes, o Presidente da Academia de Artes de Cabo Frio CARLOS ALBERTO LOPES DE SOUSA






"...Um Grande Homem, um Grande Pai, um Grande Escritor, Um Grande Pensador, um Amigo e, acima de tudo, um pregador das artes como ferramenta de transformação do indivíduo e seu meio..."


Assim definiu o Dr. Carlos Ventura ao ser informado em Berna/Suíça do falecimento do Presidente da ARTPOP 





O Presidente da ALB/Suíça falou sobre esta grande perda:


" Se para mim é difícil falar, fico a imaginar como está a Família neste momento e por ela elevo meus pensamentos ao céus.

O Presidente e Amigo Carlos Alberto era um apaixonado pelo que fazia, a ARTPOP estava para ele como seu respirar, o amor que ele nutria pelas artes e o respeito aos principais atores na difusão da cultura por meio das artes e sua escrita devem servir de inspiração para todos nós.
O Amigo Carlos Alberto foi um Grande Homem, um Grande Pai, um Grande Escritor, um Grande Pensador, um Amigo e, acima de tudo, um pregador das artes como ferramenta de transformação do indivíduo e seu meio.
Um Homem sempre à frente do seu tempo e um pai de família dedicado, um amigo sempre disposto a escutar e a aconselhar com seu jeito sempre calmo.
Era no nosso meio um Homem íntegro e que sempre tinha a palavra certa no momento oportuno.
Quero aqui em nome da ALB enviar a toda Família e a ARTPOP nossas condolências!

"...A minha querida Amiga e Vice-Presidente/ALB-Suíça e ALB para Europa, sua filha, VANESSA RODRIGUES, quero dizer que estou muito triste e sem palavras para consolá-la neste momento de dor, mas peço a Deus que a Paz do Cristo em sua infinita bondade seja o consolo para a Vanessa e toda a sua Família, pois o seu Pai apenas mudou de plano espiritual, mas permanece em você, em seus irmãos, sua mãe e seu filho! 

O legado que ele vos deixa é a maior prova de sua eterna presença entre vocês!"

Presidente Carlos Alberto, Vice-Presidente/ALB-Suíça Vanessa Rodrigues e Dr. Carlos Ventura

"...Ser Imortal é estar presente em qualquer tempo, em seus atos e pensamentos que se tornam legado para os seus e seu tempo.
As gerações futuras saberão que o Amigo Carlos Alberto é e sempre será a materialização da palavra IMORTAL.
Todos nós do movimento de Academias temos a obrigação de fazer com que isso nunca seja esquecido! "


Dr. Carlos Ventura/Ph.I
Presidente/ALB for Europe




"...Quando alguém amado se vai deste plano, perdemos só sua presença física, pois sua presença viva está em nós em cada bom exemplo por ele dado, em cada palavra amiga por ele proferida e em cada instante que com ele compartilhamos momentos diversos.
Ele está naquele abraço que outro alguém amado nos dá, no sorriso e na certeza de que não estamos aqui por mero acaso,
pois em tudo na existência existe um propósito, tanto no chegar quanto no partir..."


("Na Estação III", by Carlos Ventura)







O Presidente ALB/Suíça 
e ALB for Europe decretou luto oficial por 7 dias!







Asscom/ALB-Suíça





quarta-feira, 27 de julho de 2016

Acadêmica da ALB/Suíça assina coluna de crônicas em jornal no Paraná






Cláudia Bergamini, acadêmica da ALB/Suíça, assina coluna de crônicas no Jornal londrinense "Nosso Dia"

Escritora Imortal/ALB Claudia Bergamini




A acadêmica da ALB/Seccional Suíça passou a assinar, em 25 de julho, a coluna 'Nossa Crônica' no jornal londrinense "Nosso Dia". O jornal tem circulação na região Norte do Paraná. As crônicas serão publicadas todas as segundas e quintas-feiras. 



Com escrita delicada e bem feminina, a autora objetiva apresentar textos que variem entre o cômico e o reflexivo, despertando no leitor a oportunidade de ser introduzido no gênero literário até então ausente no referido veículo de comunicação. 


Cláudia Bergamini conhece muito bem o gênero crônica, pois fez mestrado em Literatura estudando crônicas publicadas na Revista Cultura Política do DIP - Departamento  de Imprensa e Propaganda da Era Vargas,  além disso, está concluindo o doutorado também em Literatura, no qual estuda as crônicas publicadas por Marques Rebelo no jornal carioca Última Hora. 


Confira a primeira publicação de Cláudia Bergamini, a crônica Bloqueios e Desbloqueios.








Postado por:  

segunda-feira, 25 de julho de 2016

25 de Julho - Dia do Escritor!!!



 Instituído por um decreto governamental após a realização do I Festival do Escritor Brasileiro, o Dia do Escritor é celebrado todo 25 de julho, desde 1960




Desde que o escritor baiano Jorge Amado e João Peregrino Júnior realizaram o Festival do Escritor Brasileiro ficou instituído o dia 25 de julho como a data para celebrar aquele que, por meio das palavras, permitem que voos sejam alçados, emoções sejam despertadas e as sensações sejam descritas de formas tão especiais.

A Academia de Letras do Brasil/Seccional Suíça não poderia, nesta data, deixar de homenagear a você, caro escritor, que vem transmitindo vida e emoção em seus textos. É o escritor alguém de sensibilidade singular, todas as suas experiências vão sendo compartilhadas como se fossem espelhos, reflexos, imagens, tudo feito de palavras. O real e o não-real, o palpável e o não-palpável, o dizível e o indizível, tudo é, pois, pedra preciosa lapidada na pena do escritor para invadir a alma do leitor. 



“...Antes de existir a Palavra Escrita, o ser humano se comunicava através dos gestos, pinturas, e sua histórias e seu cotidiano eram contados desta forma.
Até hoje temos estas formas de comunicação registradas em cavernas pelo mundo afora.
O ser evoluiu e, com a sua evolução, veio a escrita e nela Homens e Mulheres continuam a contar histórias, tocar sentimentos e transformar vidas.
Os poetas continuam a fazer de seus versos carícias tocando corpos e almas mesmo distantes e continuam a enxergar suas musas mesmo na escuridão.
O dia do escritor se comemora na verdade toda vez que um livro começa a ser lido, e batizado quando a lágrima do leitor toca a página em resposta a toda a energia contida neste mágico espelho, em que o leitor vê a imagem refletida do escritor e o escritor se vê em cada rosto dentro e fora do seu livro. Uma via de mão dupla, uma mágica estrada que nos leva a lugares distantes e a mundos interiores...”

(“Contra Capa” , Carlos Ventura)

Mensagem: